Terminaram um relacionamento com você? Entenda por que você só tem a agradecer

2015-01-13-5326659608_543372782f_b-thumb

Recentemente, um relacionamento terminou. Senti um vazio absurdo e, num ímpeto de desespero, arrependi-me amargamente do que havia dito, pedi pra voltar e então ele rompeu tudo de vez. Quis ficar triste, mas um tímido quê de racionalidade me arrebatou e me fez pensar sobre o real significado de um término. E sobre como a outra pessoa tem sorte pelo fato do lado descontente ter tido coragem para colocar ali um ponto final, em vez de ficar empurrando com a barriga e impedindo ambos de serem felizes de verdade.
Se há a vontade de terminar:

Falta paixão
A coisa não acende mais. O coração não se emociona como deveria. Não há mais o estímulo inicial que embala todo o resto.

Ou falta ânimo
Falta vontade de fazer dar certo. De encarar o que quer que seja de frente, de ultrapassar os obstáculos.

Ou falta foco
Existe outra coisa distraindo aquele coração. É fácil saber quando não se é a única. E se esse não foi o acordo inicial, é insuportável.

Ou falta desejo
Ele é substituído por rotina, obrigação.

Ou falta amor
Cabô mesmo. Finito. Já era. Se é que existiu.

E continuar em um relacionamento no qual falta n@ companheir@ qualquer um desses itens é fria.

A satisfação que o “continuar tendo” aquela pessoa dá é ilusória. Primeiro porque não dá pra possuir ninguém. Depois porque, mesmo ali, el@ estaria cada vez menos ali. Até um dia você notar que, mesmo ao lado del@, está mais sozinha do que nunca. E fica tudo insuportável. Porque é isso que a mentira faz, invariavelmente: deixa tudo uma merda. Aquele vazio inicial da falta há de passar.

Então, muito obrigada por terminar comigo. Logo a tristeza acaba e outras emoções surgem. Pra ficar com alguém, tudo precisa ser, no mínimo, incrível. Meia boca, só pra estar, não rola.

Por Thais Pontes

Deixe um comentário!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Quem sou eu

Luiz Moreno, Paulista 30 anos.

Vlogger e gente boa. O meu principal objetivo é sempre entreter aqueles que me seguem, arrancando sorrisos e sorrindo junto.